Só pra me lembrar que a praça existiu, só pra me lembrar que você existiu

Em algum lugar

Da sua memória

Havia aquela praça

Que você achou não

Existir de verdade.

Foi sonho?

Delírio?

Não.

Lá estava ela

Depois de tanto

Procurarmos.

Lá estava ela

Com o mato crescido,

Banco tomado por musgo,

Iluminação que não funcionava.

Acho que também fora

Esquecida pelos moradores,

Porque ali,

Recôndita,

Tinha cores

Cerebrais,

Cores de resíduos

Do hipocampo,

Resíduos arquivados

No esquecimento.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s